sábado, 20 de setembro de 2014

Halloween 1 - Casinha Assombrada




Com o Halloween chegando no mês que vem, achei bacana começar a mostrar ideias de decoração desde já, para dar tempo de planejar a festa antes. 
Vou mostrar aqui no blog o Halloween que fizemos ano passado, sendo que a maioria do trabalho foi obra nossa mesmo, feito aqui em casa. 




A casinha assombrada foi toda feita de material reciclado: caixas de papelão, embalagens plásticas e recortes de papel e cartolina.












Com as caixas de papelão fizemos a base da casa e os telhados. 
As portinhas foram recortadas com o auxílio de um estilete.







Depois passamos uma demão de tinta pva branca para facilitar a pintura definitiva e evitar que os rótulos ficassem visíveis.








Em seguida, pintamos com as cores escolhidas, usando também tinta pva.












Os detalhes nas janelas foram feitos com cartolina na cor laranja e papelão pintado de preto (as grades e as molduras). Os fantasminhas, as mãos e os olhinhos foram desenhados e colados sobre a cartolina. E o efeito de vidraça foi conseguido com plástico de embalagens de detergente.












E aí está nossa casinha assombrada! 
Foi um trabalho divertido e rendeu um enfeite interessante para nossa decoração de Halloween.

Beijos!!!





segunda-feira, 14 de julho de 2014

Cachecol Felpudo em Tricô



Gente, esse cachecol é super simples, todo feito em cordões de tricô (tricô tanto no direito, quanto no avesso).

O efeito fica mesmo por conta do fio Toulon, da Makro.



Apesar de ser um fio bem fino, optei por usar agulhas número 9 para tricotá-lo, e assim obtive uma peça mais molinha.






Além disso, usei apenas 16 pontos, de modo que o cachecol ficou mais estreito e longo.





Espero que gostem!
Beijos!

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Cachecol em Tricô: Ponto Turco 2


Sei que já andei postando um outro cachecol em ponto Turco e que, apesar de semelhante, não é exatamente o ponto da peça deste post. O negócio é que os pontos de tricô tem uma nomenclatura variada e nem sempre o "ponto turco" que eu aprendi é mesmo "o turco". 












Enfim, o cachecol à esquerda, postado AQUI, parece mas não é igual ao da direita, que vou mostrar agora, e por isso vou chamar este de Ponto Turco 2.


Cachecol em Ponto Turco 2

Colocar um número de pontos múltiplo de 3 + 1 na agulha. Para este cachecol, usei 25 pontos. Trabalhar 2 carreiras em tricô e iniciar o ponto Turco da seguinte forma:
- 2 tricôs, *2pjt, 1laç., 1t*, 2 tricôs.



Sendo:
2pjt: 2 pontos juntos em tricô, e
1laç.: 1 laçada.
*---* : sequência que se repete ao longo da carreira.





Segue-se essa sequência tanto no direito quanto no avesso até obter o tamanho desejado. 
Finaliza-se com uma carreira em tricô e, em seguida, arremata-se todos os pontos.

Coloquei as franjas (3 fios de 55 cm) e trancei o inicio de cada uma delas.




Para essa peça, usei 1 novelo (100g) do fio Premium e agulhas 5,5.


Beijos!!!

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Luvas sem dedos ou Arm Warmers


Bem, aqui estão as luvinhas sem dedos que disse que fariam par com o Poncho que postei anteriormente.
Como era para combinar com o poncho, fiz os detalhes também com o fio Loucura e trabalhei com o mesmo ponto. E o esquema foi o seguinte:


Luvas sem dedos ou Arm warmers


Colocar 30 pontos na agulha (n°5,5) com o fio Loucura e trabalhar a primeira carreira em tricô. 
Mudar para o fio de escolha (usei o Todo Dia, da Cisne) e trabalhar todas as carreiras do avesso em tricô e todas as do lado direito em meia.
Quando alcançar 12 cm, diminuir 3 pontos intercalados, trabalhar uma carreira e diminuir mais 4 pontos.
Seguir com 23 pontos até alcançar 18 cm, então, aumentar 4 pontos intercalando-os. 
Seguir até alcançar 24 cm e arrematar todos os pontos.
Costure a lateral, deixando o espaço para o polegar (eu costurei 3cm a partir da parte superior, deixei 5 cm abertos e costurei até o final).




Lembrando que as luvinhas foram feitas para uma princesinha e que servem em meninas com idade entre 10 e 12 anos. 

Beijos!

terça-feira, 10 de junho de 2014

Poncho em Tricô



Então, gente, fiz outro poncho para a filhota. O modelo é o mesmo que já tinha postado aqui no blog e, mais uma vez, segui o esquema que encontrei no site Mitricot.



No entanto, a mocinha está crescendo  e ficando exigente, por isso, além de aumentar o tamanho da peça, tive que torná-la mais interessante para minha pré-adolescente.








E isso acabou ficando por conta da barra roxa, estilo Monster High, feita com o fio Loucura, da Círculo.
O poncho fará par com as luvinhas sem dedo, que postarei depois por aqui.




Por causa das alterações que fiz, vou postar a receita que segui para fazer esse poncho, que serve para meninas de idade entre 10 e 12 anos.

Poncho de Tricô

Frente:
Colocar 143 pontos na agulha e trabalhar, com o fio Loucura, 3 cordões (6 carreiras) em tricô. Mudar para o fio escolhido (usei o Todo Dia, da Cisne) e fazer uma carreira em meia.
Daqui para frente, trabalha-se sempre em meia o lado direito e tricô, no avesso.
Em cada careira do avesso, pega-se juntos os 3 pontos centrais. Ou seja, na primeira carreira em tricô (avesso), tricota-se 70 pontos, pega-se juntos os 3 centrais e tricota-se os 70 pontos restantes. E segue-se esse esquema:
*69t, 3pjt, 69t.
*68t, 3pjt, 68t.
*67t, 3pjt, 67t.
   .
   .
   .
Até que se tenha 37 pontos na agulha (a última sequência será 18t, 3pjt, 18t).
Deixa-se esse pontos em espera e tricota-se as Costas da mesma maneira.

Com as duas partes prontas, coloca-se as duas na mesma agulha e tricota-se os 74 pontos em ponto Barra Duplo (2t, 2m) por 4 cm e arremata-se todos os pontos.
Depois é só costurar as laterais e pronto!




Nessa peça foram gastos 1 novelo do fio Loucura e 2 do fio Todo Dia. Trabalhei com as agulhas 5,5 e a Tapestry n°14.

Espero que tenham gostado.
Beijos!





segunda-feira, 19 de maio de 2014

Reciclagem: Balde para Ração



Olha aí, gente, uma ideia de balde com tampa para guardar a ração do seu bichinho. 







Tudo de que você vai precisar é de um balde vazio e com tampa de margarina industrial, que pode ser conseguido em padarias ou supermercados, tinta PVA, pincel, rolinho de pintura e um pedaço pequeno de EVA.





Depois de bem lavado e seco, é só aplicar a tinta em todo o balde e tampa. Dependendo da cor escolhida, serão necessárias mais ou menos demãos de tinta. No meu caso, foram 3 demãos de tinta azul para cobrir completamente o rótulo impresso no balde.



Os detalhes de ossinhos foram pintados usando um molde de EVA, que  pode ser feito no formato que quiser. Basta desenhar e recortar.
O segredo de pintar com o molde é usar pouca tinta no pincel e trabalhar das bordas para o centro, para evitar que a tinta escorra pelas beiradas e borre.








Aqui está o antes e o depois do nosso baldinho de ração.





Pode ser aplicado verniz depois de pronto, o que aumenta a durabilidade da pintura e facilita a limpeza da peça.






Espero que tenham gostado!
Beijos!

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Massinha de Modelar Caseira


Toda criança gosta de massinha de modelar, certo? O que talvez poucos saibam é que as brincadeiras com massinha ajudam no desenvolvimento da motricidade fina dos pequenos. A massinha de modelar pode ser um instrumento interessante para se trabalhar o movimento refinado das mãos e, de  certa forma, auxilia até mesmo na alfabetização. 



Além disso é uma brincadeira que desperta a criatividade e pode ser desenvolvida em grupo, favorecendo a interação.

Segue uma receita simples e barata para se fazer massinha de modelar caseira. 

Receita de Massinha de Modelar

Ingredientes:
2 xícaras de farinha de trigo
1/2 xícara de sal
1 colher de chá de vinagre
1 colher de sopa de óleo
3/4 de xícara de água
corante alimentício de várias cores (opcional)
essência (opcional)

Modo de preparo:
Misturar todos os ingredientes, exceto os corantes, e amassar com as mãos até a consistência esperada. Se a massa ficar muito mole, pode-se acrescentar farinha até dar o ponto. Da mesma forma, se a massa ficar muito seca, acrescenta-se um pouco mais de água. Divida a massa em porções e acrescente algumas gotas de corante alimentício a cada uma delas, amassando-as até que a cor fique homogênea. A essência é opcional e pode ser do tipo culinário ou não, mas deve ser atóxica. A massinha deve ser guardada em potes fechados e dura por alguns meses.


Uma coisa interessante é que as crianças podem participar da confecção da massinha e, assim, se desenvolver uma "oficina" com os pequenos.

Espero que gostem! Beijos!

terça-feira, 8 de abril de 2014

Bolo de Água

Receitinha fácil de um bolo simples, mas muito saboroso!
Especial para aquele lanchinho da tarde, servido com café fresco.


O bom dessa receita é que ela pede poucos ingredientes e é realmente simples.

Bolo de Água

Ingredientes:

4 ovos
2 xícaras de açúcar
2 xícaras de farinha de trigo
1/2 xícara de água

Modo de Preparo

Bater as claras com uma xícara de açúcar até obter um creme mais ou menos no ponto de suspiro. Bater as gemas com a outra xícara de açúcar. Misturar as claras e as gemas batidas, acrescentar a água e a farinha aos poucos e mexer.
Colocar em forma untada e enfarinhada. Assar em forno pré-aquecido a 180° C, por cerca de 30 minutos ou até que fique dourado.

Fácil, né?




O bolo fica muito macio e com uma casquinha crocante, semelhante a suspiro, por cima e nas laterais.









Espero que experimentem e gostem!

Beijos!


segunda-feira, 31 de março de 2014

Jogo de Cama em Ponto Cruz


Gente, esse bordado eu fiz pouco antes de me casar, mas, na época, nem me passava pela cabeça ter um blog, então não fotografei o trabalho quando estava novinho. Agora as peças já estão um pouquinho gastas, afinal já têm 10 anos de jornada. 

De qualquer forma, acho um trabalho que vale a pena ser mostrado, e como gosto de postar fotos de algo que já tenha feito e comprovado que deu certo, decidi fotografar o jogo de cama mesmo velhinho.





O gráfico foi tirado de uma revista de barradinhos em ponto cruz e era um trabalho feito em panos de prato, mas achei tão delicado que resolvi adaptá-lo para o jogo de cama.












Na revista, o bordado era em ponto de Assis, ou seja, borda-se o fundo e o desenho aparece em contraste. Eu fiz o contrário, bordei o próprio desenho. 


Esse gráfico é o dos gatinhos bordados nas fronhas. Para o gatos maiores (do lençol), apenas dobrei o número de pontos do gráfico original.





O acabamento foi feito com bordado inglês cinza, e o jogo de cama foi confeccionado em algodão.










Espero que tenham gostado.

Beijos!

sexta-feira, 14 de março de 2014

Livro de Feltro 2



Mais um livrinho de atividades para terapia ocupacional. 

Esse eu fiz por encomenda para uma clínica de psicologia e é bastante semelhante ao primeiro, que fiz para o meu filhote, e que vocês podem conferir aqui















A cliente só pediu para mudar algumas cores e que alguns elementos, como as ovelhas, fossem presas ao trabalho com velcro e pudessem ser destacadas.

Esse tipo de material é muito utilizado para o desenvolvimento da coordenação motora fina em crianças, pois aborda  atividades cotidianas de forma lúdica.

Beijos!

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Livro de Feltro


Gente, esse é o livrinho de atividades de terapia ocupacional e psicomotricidade que fiz para o meu filhote.




Colchetes e cadarços






Tranças e botões de pressão






Fivelas e velcro


Ziper e laço


Linha e botões







Bem, deixo as fotos para vocês se inspirarem, e caso queiram adquirir um material desse tipo, aceito encomendas.

Beijos!!